Criei minha conta no Twitter acho que em 2009. Usei o nome de usuário awvFi, diferente do awvalenti que eu costumava usar em quase todo lugar, e uso até hoje.

Descobri acho que em 2010, no Facebook, um usuário awvalenti que não era eu! Fiquei chateado, pois sempre usei esse nome por aí e de repente haveria alguém “se passando por mim”. Pois bem, resolvi que ninguém iria fazer isso no Twitter! Criei uma segunda conta lá, com usuário awvalenti, usando meu e-mail da faculdade. Essa conta ficou parada lá, servindo apenas para ninguém mais criá-la e usá-la!

Bom… Muitos anos se passaram e muita água rolou! Em 2016, apaguei minha conta @awvFi do Twitter. Esse nome nem fazia mais sentido para mim, pois o apelido Fi é antigo e já nem uso mais.

Ocorre que, nos últimos anos, ouvi tanto o pessoal da minha área falar em contato pelo Twitter que fiquei pensando se não poderia ser uma boa voltar a usá-lo. A conta já tá lá, mesmo, não é? @awvalenti, só esperando um primeiro acesso… Ninguém catou, já que eu reservei, hehe.

O problema: obviamente, eu não lembrava a senha; afinal, criei só para ninguém mais criar, certo? Quanto ao e-mail cadastrado, eu já não tinha acesso havia uns bons anos. Volta e meia, eu pensava:

Bom, é só eu ir lá na faculdade, trocar uma ideia com o pessoal da TI, pedir um acesso durante 5 minutos ao antigo e-mail. Aí eu redefino a senha do Twitter, troco o e-mail cadastrado e é sucesso!

Bom, eis que, nesta última segunda-feira, recebi uma piadinha por WhatsApp, que me lembrou de uma parecida que eu mesmo havia feito no meu antigo Twitter @awvFi. Resolvi entrar no site e fazer uma busca para ver se encontrava a tal antiga piada, mesmo com a conta deletada. Qual não foi a minha surpresa ao deparar com isto:


Quem é esse awvfi com f minúsculo???

Caraca!! O Twitter liberou meu antigo usuário para outra pessoa!!! Acabei de rever meu antigo post sobre a remoção da conta e percebi que os links levam para esse cara aí! #TwitterMudandoOPassado

Bom… Isso tudo só me deu mais vontade de tentar novamente recuperar minha antiga conta @awvalenti. Essa, sim, continuava lá na boa, sem nada postado, com o nome “Eu ainda não existo”. Só faltava ter acesso!

Então, resolvi perguntar para um amigo meu da faculdade se ele achava que aquela minha ideia de solicitar 5 minutos de acesso ao finado e-mail poderia dar certo. Ele achou uma boa! Sugeriu que eu ligasse lá, e assim foi feito.

Mas ninguém atendeu! E isso acabou sendo muito bom… Porque, aí, eu tive a melhor ideia de todas: tentar lembrar a senha!! Por que não? Bastaria lembrar a senha, e eu não precisaria incomodar TI nenhuma.

Aqui seria o ponto em que eu contaria uma MEGA história de quebra de senha, usando uma combinação de força bruta com algoritmos genéticos, processamento distribuído e o caramba a quatro, regada a muita paciência e perseverança…

O que aconteceu de verdade foi que eu abri o site do Twitter, cliquei em Log in e fiquei vendo esta telinha:

Pronto, agora é só lembrar a senha!

Aí, digitei awvalenti no usuário e… Adivinha?

Apenas uma ou duas tentativas foram necessárias… Após isso, simplesmente, eu… ENTREI NO TWITTER DE NOVO!!

Foi um daqueles raros momentos de extrema glória na vida, em que você tem vontade de gritar com tudo “AÊEEEEEEEEE!!!!!”, mas não faz isso… Você simplesmente sente isso por dentro, quase não demonstrando por fora, de tão deslumbrado e atônito que está com o que acabou de acontecer.

Meu Deus, como eu consegui lembrar aquela senha incógnita que eu não digitava fazia no mínimo 8 anos?? Como é que a minha memória conseguiu puxar isso das profundezas do meu inconsciente com tanta precisão, sem nem precisar fazer esforço?

Isso já havia acontecido uns meses antes. Eu iria voltar a acessar um banco que não acessava fazia tempo. Não lembrava a senha. Bastou abrir o site e digitar agência e conta que meus dedos se moveram misteriosamente para os exatos números da senha, num ato instintivo de pura memória muscular. Não houve raciocínio lógico nem esforço mental. O que houve foi sistema límbico na veia, foi o hardware executando instruções de máquina, dispensando qualquer interferência de software!

Loguei no Twitter, preenchi algumas configurações de privacidade novas (coisas de tempos de GPDR) e… A alegria durou até eu tentar mudar o finado e-mail cadastrado para o atual. Pediu novamente a senha. E agora?

E agora????? E agora, que eu esqueci de novo a senha??? Calma, calma… Tranquilo… Eu lembro o padrão, era mais ou menos isto… Senha errada. Hm, então, isto. Senha errada. Aquilo? Senha errada.

Meus Deus… Fiquei 9 anos sem usar essa senha, passei por uma situação SURREAL de recuperação de memória e agora PERDI ACESSO DE NOVO PORQUE EU NÃO ANOTEI A INFELIZ DA SENHA NUMA PORCARIA DUM PEDAÇO DE PAPEL?????

Estraguei tudo? Joguei fora a oportunidade da minha vida?

Por segurança, melhor esperar um tempo em vez de ficar tentando um monte de senhas e arriscar travar o negócio. Resolvi parar para almoçar. Fui ver, e tinha pouca comida em casa. Bora pro restaurante!

Lá, fiz meu primeiro prato e comi. Depois, fui tentar a senha de novo. Eu tinha feito uma listinha das senhas mais prováveis. Tentei a primeira, pelo celular.

E foi!!!!! Aleluia!!! “senha tal… senha tal… senha tal…”, repeti mentalmente trocentas vezes para decorá-la. Deu certo!!! Retomei o acesso, finalmente…

O Twitter ainda me fez uma pequena homenagem dando a opção de publicar isto aqui:

Aniversário de 9 anos da minha conta no Twitter? Essa foi boa!

Então… Não me diga que exatamente NAQUELE DIA tinha feito exatos 9 anos?? Isso seria coincidência demais!! Pois, poucos dias atrás, fui jogar um jogo e o último arquivo salvo havia sido de exatamente um ano antes!! Caraca, mesma coincidência duas vezes em uma semana??

Impressionado com essas coincidências todas da vida, felizão e até meio confuso, fui pegar mais comida. Estou andando no restaurante, e com quem eu dou de cara?

Oberom!

Para quem não conhece, Oberom é um cara famoso no mundo de vegetarianismo e yoga. Vi uma palestra dele na Semana Vegetariana da UNICAMP em 2010. Hoje, ele tem um canal no YouTube com algumas palestras e falas bem legais.

“Nossa… Oberom?”, e conversamos um pouco, e foi bem legal! Foi como conversar com alguém que já fosse meu amigo e só não sabia disso, hehe… Acho que deve ser assim que pessoas comuns se sentem quando encontram pessoas famosas.

Troquei uma ideia breve com ele, enquanto pegava mais comida sem necessidade, só para esticar um pouco a conversa.

Escrevendo assim, não dá para você, caro leitor, ter ideia de como foi doido esse momento… Praticamente ao mesmo tempo, duas coisas ALTISSIMAMENTE improváveis haviam acabado de acontecer: 1) eu havia lembrado uma senha super obscura; 2) eu havia encontrado pessoalmente uma pessoa incrível, que eu só vejo em vídeos na internet, cujo trabalho eu admiro muito já há muitos anos!

E aí? O que será que significaria isso tudo?

Claro… Vamos procurar o Oberom no Twitter! É isso, só pode ser! É a vida me dando um sinal…

Procurei e… Nada! Só uma pessoa mencionando tê-lo encontrado. Parece que ele não tem Twitter. Bom… Não era essa a mensagem do universo, então!

Esta é a cara do meu Twitter hoje, em 28 de março de 2019

Alguns dias se passaram, dei uma configurada geral no meu Twitter, botei meu nome, botei foto, fiz alguns posts, divulguei para algumas pessoas… Mudei a senha! Botei uma melhor, inesquecível, hehe… Acabei descobrindo a data exata da criação da conta: não exatos 9 anos antes, mas, sim, exatos 9 anos e 16 dias antes! Uma baita coincidência, ainda assim.

Então, assim estamos! Estou, aos poucos, voltando a usar uma rede social, ainda me acostumando à ideia… Continuo não tendo Facebook e, pelo que o pessoal fala, não estou perdendo muita coisa.

O Twitter me parece, hoje em dia, meio que rede social de tiozão, hehe… Molecada usa mesmo é Instagram. Mas conversei com algumas pessoas e vi que ainda é usado, sim. Vamos ver no que vai dar!

Quando eu estava no restaurante idealizando este post e o desenho que eu iria fazer para ele, finalmente entendi por quê as contas novas do Twitter vêm com a foto de um ovinho… Já tinha sacado isso, também?

Para encerrar, é claro: siga-me no Twitter! https://twitter.com/awvalenti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s