Generalidades

Inovação é uma das palavras da vez. Sabe o que isso significa? Significa que, agora, tudo é inovação, qualquer coisa é inovação. Afinal, ninguém quer ser considerado não-inovador, retrógrado, obsoleto.

O mesmo ocorre com a expressão em inglês full-stack developer. Sabe o que é um full-stack developer? Se você for da área de Informática, talvez saiba: um full-stack developer é um desenvolvedor de software capaz de trabalhar com desde o software que roda nos servidores (lidando com Java, Ruby, Python, PHP etc.) até o software que roda nos clientes (lidando com HTML, CSS e JavaScript).

É engraçado, porque, quando eu era mais novo, as pessoas que sabiam mexer com um pouco de tudo eram chamadas de outros nomes; eu me lembro da palavra generalista. Mas tinha uma diferença: ninguém se tornava melhor que os outros por ser generalista. Então, era uma coisa simples, um título sem nenhum juízo de valor, algo como você usar uma camiseta azul e o seu amiguinho usar uma camiseta verde.

Mas parece que as coisas mudaram no mundo… Parece que, hoje em dia, cada vez mais as pessoas querem ter títulos. E não são nem títulos acadêmicos, conquistados com muito suor; são títulos que as pessoas dão para si mesmas, tornando-se pessoas autointituladas.

Num mundo em que todos os desenvolvedores são full-stack developers, quem é que quer ser um desenvolvedor de meia-tigela? Num mundo em que todas as empresas são inovadoras, quem é que quer ser retrógrado?

Isso tudo me lembra do que o Kent Beck disse, no livro de TDD. Ele disse que aprendeu o seguinte: o sucesso de um nome novo depende muito de que o contrário dele seja negativo. Então, a programação estruturada fez bastante sucesso em parte porque ninguém queria ser desestruturado. Aí, ele escolheu o nome Test-Driven Development (Desenvolvimento Guiado por Testes), pois todo mundo iria querer ser guiado por alguma coisa.

Talvez, pior ainda do que ser meia-tigela ou retrógrado seja não ter título nenhum. Talvez, se você for apenas um desenvolvedor, ou apenas uma empresa (e não uma startup nem nada parecido), você esteja completamente fora de moda. Com isso, talvez você esteja automaticamente fora do mercado, não importando se você faça bem o seu trabalho ou não, não importando se você trate bem seus funcionários ou não. Aliás, tratar bem os funcionários só faz sentido se você puder dar um nome pomposo para isso e colocar no seu site para poder ganhar uns clientes, não é mesmo?

Pensando bem, talvez isso tudo não seja coisa de hoje em dia. Talvez seja apenas aquela retrógrada ideia de manter as aparências, uma coisa tão velha quanto o mundo. Talvez faça parte do ser humano… Se ele quiser que faça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s